Skip to main content

Relatório de Scouting – Amadou Diawara

Recentemente eleito para o melhor onze inicial de jogadores nascidos a partir de 1997 pelo jornal italiano “Gazzetta dello Sport”, Amadou Diawara, de apenas 19 anos, já assume um papel importante no meio campo do Napoli. Vindo do Bologna, o africano nascido na Guiné Conacri conta já nesta época com 19 presenças distribuídas pela Serie A, Coppa Italia e Liga dos Campeões.

Habitualmente ocupa o lugar de médio defensivo, posicionando-se à frente da linha defensiva e cobrindo os 2 médios mais ofensivos, tendo em conta o sistema táctico 1-4-3-3 utilizado pelo seu treinador Maurizio Sarri.

 

1

 

2

 

3

 

Após a recuperação de bola tem capacidade para procurar o passe vertical na transição ofensiva. Neste caso é Gabbiadini que surge em apoio no corredor central.

 

4

 

Realizando a cobertura defensiva no corredor lateral, opta por jogar em segurança passando para o defesa central embora a opção de poder verticalizar em Hamsik ou Gabbiadini seja possível.

 

5

 

Do ponto de vista de organização ofensiva, é um elemento fundamental na 2ª fase de construção, uma vez que funciona como primeiro elemento de ligação entre a linha defensiva e a linha média, procurando verticalizar o jogo para os jogadores da frente. Neste caso, é visível o movimento de apoio a Koulibaly, para depois verticalizar para a desmarcação de Hamsik.

 

6

 

7

 

Já na fase de criação, realiza as coberturas ofensivas, funcionando como apoio aos elementos mais adiantados, permitindo que a equipa continue a circular a bola. É visível o movimento de apoio a Insigne.

 

2

 

Novamente em apoio aos avançados e com capacidade para verticalizar e explorar o movimento de Callejón entre linhas da equipa do Inter.

 

9

 

No momento de transição defensiva e de acordo com as suas funções de apoio na construção ofensiva, encontra-se sempre próximo da zona de bola, o que lhe permite no momento da perda da bola pressionar no centro de jogo. O seu posicionamento permite interceptar ou desarmar, como se pode verificar na imagem seguinte, e se possível verticalizar, neste caso para Hamsik no corredor lateral.

 

1

 

De uma forma geral, é um médio defensivo muito completo tendo em conta as funções que esta posição exige nos dias de hoje e que se enquadra perfeitamente num modelo de jogo mais ofensivo, de posse, de construção curta, com combinações directas e indirectas. Com capacidade de jogar em espaços curtos e sob pressão, sabe retirar a bola da zona de pressão ou recuperação, dando segurança ou verticalizando o jogo, fazendo-o a um ou dois toques. Muito bom no primeiro toque, na recepção orientada, velocidade de execução e decisão, bem como posicionamento para realizar pressão alta e manter linhas compactas. Encurta distância para o portador da bola, pressionando e retirando espaço, boa leitura de jogo e posicionamento defensivo para antecipar e interceptar passes. Todas estas características são importantes para este modelo de jogo.

Como aspectos a melhorar no futuro, digamos que o poderá fazer ao nível da agilidade, mudanças de direcção e velocidade, mais forte no jogo aéreo e assistências para golo.

 

Por Miguel Palma

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

ProScout

ProScout it's a consulting company focused on individual and colective analysis, also targeting to identify and discuss the dynamics of the technical-tactical context to bring the players closer to the game. ProScout é uma empresa de consultoria com destaque nas análises individuais e colectivas, tendo também como objectivo identificar e discutir dinâmicas no contexto técnico-táctico para aproximar os adeptos ao jogo jogado.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *