Skip to main content

Relatório de Equipa – Processo Defensivo de França

Sistema Táctico

França optou por mudar o sistema defensivo, surgindo em 1-4-42 para uma melhor ocupação do corredor centra. Isto deve-se muito ao modelo da equipa alemã que privilegia o corredor central e a ocupação do espaço entrelinhas.

imagem1

imagem2

França tentou manter este modelo com pequenas alterações para 1-4-2-3-1, especialmente quando a Alemanha estava mais por cima do jogo e se aproximou mais da área francesa.

Sector Médio

O meio campo esteve fantástico a controlar a ofensiva alemã. Matuidi e Pogba trabalharam muito para cobrir os espaços e criarem vantagem numérica para manter a sua defesa equilibrada.

imagem3

Payet e Sissoko também participaram neste processo especialmente quando a bola se encontrava em zona de cruzamento, libertando o defesa lateral para criar vantagem numérica no corredor central.

Apesar do seu esforço, muitas vezes era deixado espaço nas costas. França fechava o corredor com muitos jogadores e o extremo do lado contrário fechava muito dentro. Se a Alemanha opta-se por dar largura máxima e jogar por fora do bloco, os franceses poderiam ter tido mais dificuldades.

imagem4

O espaço nas costas do defesa lateral (quando o extremo não apoiava como era supost0) foi outro dos sintomas da grande preocupação dos franceses em fechar o corredor central.

imagem5

Sector Defensivo

A estrutura manteve as duas linhas, dando liberdade aos jogadores da frente para explorar o contra-ataque.

Pogba e Matuidi jogavam praticamente em linha com os defesas para criar vantagem numérica. Isto deixa bastante espaço para cruzamentos atrasados e a Alemanha tentou tirar proveito deste facto. destaque para Kimmich e Héctor que remataram com perigo várias vezes.

 

imagem6

imagem7

Estatística

Os dados confirmam a ânsia de fechar o corredor central com os dois médio defensivos a apoiar a defesa.

Maior parte dos remates da Alemanha foram feitos fora da grande área (10 em 17) com uma precisão de 6/17.

Para além disso França foi positivamente agressiva todo o jogo. Mesmo estando a ganhar não perderam a intensidade e agressividade que os caracteriza.

Isto criou alguns lances de bola parada que levaram os alemães a criar perigo junto da baliza de Hugo Lloris.

 

imagem8

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
Mauro Saraiva

Mauro Saraiva

Mauro Saraiva, a 27 years old coach with a degree in Physical Education and 4 years of soccer coaching, scouter and team analyst. Currently is the Head Coach of a U12 youth team and team performance analyst in a U17 National Championship team. Mauro Saraiva, treinador de 29 anos com licenciatura em Educação Física e Desporto com 5 anos de experiência de treino de futebol, scouter e analista de desempenho. Actualmente é coordenador de escalão Sub-12 e analista de performance numa equipa Sub-17 do Campeonato Nacional de Juvenis. Email: msaraiva1987@gmail.com

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *